29 de jun de 2012

"Gostar" de alguém


Oilá! (eu queria um jeito diferente de falar, ok?)

Gostar de uma pessoa normalmente da em merda. A verdade é que na maioria das vezes você se ferra e/ou não é correspondido. Eu, por exemplo, tenho um dom para me apaixonar por pessoas erradas.
Mas como faz quando você está naquele clássico caso estou-afim-do-meu-melhor-amigo- mas- não-quero-estragar-a-amizade? Aí fudeu. Minha dica é dar dicas, ir aos poucos, senão ele vai acabar ficando com medo. E, não, se afastar para esquecer não funciona (experiência própria).
O amor platônico é uma merda. Forever Alones sabem.  
Se você tem um namorado, palmas para você! Por que a vida tá difícil. Os homens (ou garotos) legais ou são comprometidos ou são gays ou futuros gays (acredite, eles ainda vão dominar o mundo. Vamos precisar de barrigas de aluguel e doações de esperma para preservar a raça humana). 
A própria teledramaturgia (ou, em outras palavras, novela) nos dá dicas que só tem cafajeste por aí, com os Sandros, Conrrados e Maxes da vida. Aí, se você for pensar, só sobra o tal do Roni de Avenida Brasil, que é obviamente gay. 
Enfim, a coisa é que, quando você gosta de alguém (na maioria das vezes) você tem medo de mostrar o que sente a acaba naquele joguinho sorrir-olhar-jogar-cabelo-fingir-que-não-está-olhando-sorrir-de-novo. Ou se faz de difícil enquanto se joga nele. Pobre coitado. 


Claro que os finais felizes existem, mas os casais brigam, e você ainda vai viver um amor platônico #ficadica



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oilá, pessoas! Obrigada por lerem o meu post, e por entrarem no meu blog! Comentários são sempre bem vindo, lembre (hehe)! Não vou colocar regrinhas nem nada do tipo por que está óbvio, não?
Se você já deixou seu comentário, obrigada por ajudar!
Kisses!